ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

EMENTA RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMADO. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. DIFERENÇAS DO GRAU MÉDIO PARA O GRAU MÁXIMO. Comprovado que a reclamante, no exercício das suas funções, como técnica de enfermagem, ficava rotineiramente exposta a agentes insalubres em grau máximo, conforme relacionados no Anexo 14 da NR-15 da Portaria nº 3214/78, devido o pagamento de diferenças de adicional de insalubridade do grau médio para o máximo. Recurso desprovido.

(TRT da 4ª Região, 1ª Turma, 0020018-39.2015.5.04.0403 ROT, em 07/11/2019, Desembargadora Rosane Serafini Casa Nova)

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

EMENTA RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMADO. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. DIFERENÇAS DO GRAU MÉDIO PARA O GRAU MÁXIMO. Comprovado que a reclamante, no exercício das suas funções, como técnica de enfermagem, ficava rotineiramente exposta a agentes insalubres em grau máximo, conforme relacionados no Anexo 14 da NR-15 da Portaria nº 3214/78, devido o pagamento de diferenças de adicional de insalubridade do grau médio para o máximo. Recurso desprovido.

(TRT da 4ª Região, 1ª Turma, 0020018-39.2015.5.04.0403 ROT, em 07/11/2019, Desembargadora Rosane Serafini Casa Nova)

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE JURISPRUDÊNCIA

EMENTA RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMADO. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. DIFERENÇAS DO GRAU MÉDIO PARA O GRAU MÁXIMO. Comprovado que a reclamante, no exercício das suas funções, como técnica de enfermagem, ficava rotineiramente exposta a agentes insalubres em grau máximo, conforme relacionados no Anexo 14 da NR-15 da Portaria nº 3214/78, devido o pagamento de diferenças de adicional de insalubridade do grau médio para o máximo. Recurso desprovido.

(TRT da 4ª Região, 1ª Turma, 0020018-39.2015.5.04.0403 ROT, em 07/11/2019, Desembargadora Rosane Serafini Casa Nova)

EMENTA RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMADO. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. DIFERENÇAS DO GRAU MÉDIO PARA O GRAU MÁXIMO. Comprovado que a reclamante, no exercício das suas funções, como técnica de enfermagem, ficava rotineiramente exposta a agentes insalubres em grau máximo, conforme relacionados no Anexo 14 da NR-15 da Portaria nº 3214/78, devido o pagamento de diferenças de adicional de insalubridade do grau médio para o máximo. Recurso desprovido.

(TRT da 4ª Região, 1ª Turma, 0020018-39.2015.5.04.0403 ROT, em 07/11/2019, Desembargadora Rosane Serafini Casa Nova)

  • contudo
  • decerto
  • embora
  • enfim
  • enquanto

Deixe uma resposta